• estante virtual
  • facebook
  • instagram
  • youtube
Humana

Agenda cultural / Lançamento de “O melhor lugar do mundo”, de Eduardo Sens

Para adquirir este livro, acesse a página da Humana na Estante Virtual, clicando aqui. No campo “Buscar neste vendedor”, digite “O melhor lugar do mundo”.


Descrição:

No dia 6 de outubro, terça-feira, a partir das 19h, a Agenda Cultural em Rede da Humana Sebo e Livraria lançará o novo livro infantil de Eduardo Sens, intitulado “O melhor lugar do mundo e outros poemas”, pela Caiaponte Edições. A live será transmitida desde o canal da Humana no Youtube, https://bit.ly/2O2er5Y

Eduardo Sens, autor de “De quando éramos iguais” e “Domingo”, lança seu quarto livro infantil, desta vez, apresentando 154 poemas voltados para crianças, numa edição caprichada, de capa dura, preciosamente ilustrado por Galvão Bertazzi.

A live terá a presença do autor, do ilustrador e do editor Marcelo Labes. Além deles, contaremos com a participação especial de Josiane Geroldi, atriz e contadora de histórias da Companhia Contacausos.

A Agenda Cultural em Rede da Humana Sebo e Livraria é um espaço para a livre circulação de ideias, lançamentos de livros, encontros literários, dentre outros temas e formatos. Após as lives, as conversas ficam registradas em nosso canal do Youtube.


Sobre participantes:

Eduardo Sens (Florianópolis, 1979) é autor dos romances Adroaldo, de MajestosaOs Outros Eus de Mim Mesmo e De Quando Éramos Iguais e Domingo. Na literatura infantil publicou Meu meteoro de estimação, O menino que adorava torradas e O Mistério das Crianças-Zumbis

Galvão Bertazzi (Goiânia, 1977) Desde 1999 publica na internet a tira cômica Vida Besta (que venceu o 25º Troféu HQ Mix na categoria “melhor webtira“), atualmente com mais de 5 mil tiras, tendo publicado ainda uma coletânea impressa em 2012. Em 2004 ganhou o 16º Troféu HQ Mix pelo fanzine Xerocs Porcoration, feito em coautoria com Samuel Casal e Artur de Carvalho. Sua primeira graphic novel, As Crônicas Bizarras do Absurdyum – Livro Primeiro, foi lançada em 2000 na Itália e dois anos depois no Brasil, pela editora Juarez & Donizete, pertencente ao próprio Galvão. Em seu site oficinal, Galvão se define da seguinte forma: “Desenho compulsivamente à base de café barato de supermercado, passado em filtro de papel, várias vezes ao dia”.

Josiane Geroldi é contadora de histórias, atriz e educadora. Com formação na área de Letras Português e Literaturas. Iniciou os estudos e a pesquisa na arte narrativa em 2005 e desde então tem desenvolvido projetos de pesquisa e compilação de narrativas orais nas comunidades caboclas do interior de Chapecó – Santa Catarina, onde reside. Desde 2010, quando fundou a Cia Contacausos – Pesquisa e Contação de Histórias, tem se dedicado a projetos de circulação e montagens de espetáculos de narração de histórias pautados nos contos populares brasileiros, entre eles: “Esticando as Canelas – Contos para enganar a morte”; “Tem Coroa, mas não é rei – Contos de Adivinhação”; “Nem Te Conto – Narrativas de demônio logrado” e ” Foi Coisa de Saci”, espetáculos que foram selecionados para circulação estadual pelo Baú de Histórias, importante projeto de fomento a arte narrativa do Sesc Santa Catarina. Em 2014 estreou “Visagem”, espetáculo de pesquisa com as narrativas compiladas através de entrevistas na sua comunidade. Pela Contacausos tem se apresentado em festivais, maratonas de contos, feiras de livros, projetos e programações de cultura em diversos estados brasileiros