• estante virtual
  • facebook
  • instagram
  • youtube
Humana

Loja / A longa viagem de prazer

Para adquirir este livro, acesse a página da Humana na Estante Virtual, clicando aqui. No campo “Buscar neste vendedor”, digite “Morosoli”.

Por que ler?

Juan Jose Morosoli foi um escritor uruguaio (1899-1957) cujo estilo crioulo é focado no homem do campo e seu ambiente rural ou de cidade pequena. Solidão, morte, personagens simples e humildes, ofícios em extinção, a transição entre o gaúcho e o camponês, muitas vezes estabelecido em condições miseráveis, fazem parte de seus contos enquadrados na literatura pós-gaúcha de seu país. Um pequeno grande livro na edição de bolso da LPM.


O que já se falou sobre o livro

“Viventes de um tempo morto, ou condenado a morrer, é o que poderíamos dizer dos seres morosolianos. Viventes: seres anônimos, sem outra credencial para apresentar senão a própria vida, essencialmente solitária, pois a solidão é a outra característica, o outro grande tema que ocupa a obra de Morosoli, intimamente relacionado não só com o da extinção, com o da marginalização histórica, mas também com algo muito mais especificamente uruguaio. Partindo de seus entes solitários, enraizados como plantas, de seus gaudérios sem destino, esses contos se projetam de sua base realista para um plano poético e simbólico que lhes outorga perenidade e relevância, convertendo-os numa ampla metáfora de nossos campos, nossos pueblos, nossos homens. É o deserto transferido aos homens, a solidão de nossa terra encarnando neles.” Heber Raviolo – Editor, crítico literário e ensaísta uruguaio.


Ficha técnica