• estante virtual
  • facebook
  • instagram
  • youtube
Humana

Galeria / Exposição “Elke Hering: da práxis ao desenho” está em cartaz na Galeria Humana

Catálogo virtual

Para acessar o catálogo virtual da exposição: Elke Hering – expo desenhos


Sobre a exposição

A renomada artista Elke Hering é o destaque da nova exposição da Galeria Humana. A partir do dia 20 de novembro o público poderá conferir obras originais, arquivos e textos sobre a artista, um dos poucos nomes da arte catarinense a ter participado de uma Bienal de São Paulo.

Nascida em 1940, em Blumenau, Elke foi estudar na Alemanha e na Bahia, chegou a ser presidente da Fundação Cultural de Blumenau e morreu em 1994. Manteve uma parceria criativa e amorosa com o poeta e galerista Lindolf Bell por quase duas décadas, com quem criou a Galeria Açu-Açu, a primeira galeria de arte consolidada em Santa Catarina.

Iniciou seu contato com as artes em 1957, quando se tornou ajudante do artista alemão Lorenz Heilmair, que na época trabalhava nos vitrais da Igreja Católica de Blumenau. Viajou para a Alemanha pela primeira vez em 1958 para estudar escultura com Anton Hiller, na Academia de Belas Artes de Munique onde permaneceu por dois anos. Em 1962 foi à Bahia onde estudou com Mario Cravo Júnior na Escola de Belas Artes da Bahia. Em 1966, retorna à Alemanha para estudar durante um ano na Academia de Belas Artes de Berlim com a bolsa do DAAD (Deutscher Akademischer Austauschdienst). Em 1969, fica por oito meses no International Writting Programm em Iowa, onde Lindolf Bell ganha uma bolsa da Universidade de Iowa para jovens escritores.

Seu trabalho artístico teve como primeiro e mais forte campo de experimentações a escultura. Utilizou materiais como barro, bronze, cimento, cristal, gesso, madeira, metais, pedra e plavinil. Também trabalhou com desenho, pintura, gravura, objetos, joias, tapeçaria, cristais, entre outras técnicas.

Realizou sua primeira exposição individual em 1964 no Centro Cultural do Rio de Janeiro, apresentando esculturas soldadas em ferro e desenhos. Com Hamilton Cordeiro, recebeu em 1968 o prêmio aquisição do 2º Salão Esso de Jovens artistas no MAM-RJ com a escultura “Erupção”, em madeira e plavinil. Participou de importantes exposições nacionais, destaque para a participação da XIIª Bienal de São Paulo, em 1972. Participou do Panorama Atual da Arte Brasileira, no MAM-RJ, nas edições de 1971, 1972 e 1973;

A exposição pode ser visitada no espaço físico da Galeria Humana, onde se encontram obras, arquivos e textos que ajudam a contar a história de Elke Hering e a exibir a força de sua poética visual. A mostra também tem seu formato virtual, com o catálogo “Da práxis ao desenho”, organizado por Daiana Schvartz, com desenhos que estarão à venda, selecionados por Rafaela Hering Bell, filha da artista.


Visitações:

De 20 de novembro de 2020 a 13 de fevereiro de 2021, de segunda a sexta-feira, das 10 às 18h; sábados, das 9 às 12h, entrada franca (serão admitidas apenas 2 pessoas por vez para visitação por conta dos cuidados necessários à contenção da pandemia);


Ficha técnica:

Realização: Humana Sebo Livraria Galeria e Arte para Usar

Curadoria: Daiana Schvartz e Rafaela Hering Bell

Catálogo virtual: Daiana Schvartz

Montagem: Daiana Schvartz e Janaína Corá

Curadoria da Humana Galeria: Daiana Schvartz e Janaína Corá